Ácido Hialurônico

Ácido hialurônico é uma macromolécula encontrada no tecido que preenche o espaço entre todas as estruturas do corpo, chamado de conjuntivo frouxo, composto também de fibras colágenas, elásticas e reticulares. A substância aprovada pela Anvisa para preenchimento é produzida por cross-link, técnica que torna as macromoléculas mais estáveis, aumentando o seu tempo de absorção para cerca de um ano sem perder a biocompatibilidade.

Isolado pela primeira vez em 1934 por Karl Meyer e John Palmer a partir do corpo vítreo de olhos de vaca, o ácido hialurônico sob condições fisiológicas comporta-se também como um sal, denominado hialuronato de sódio. Ao longo de sua estrutura agregam-se proteoglicanos, sulfato de condroitina e sulfato de queratina ligados à molécula de hialuronato por proteínas. Esse agregado molecular é associado às fibrilas de colágeno tipo II e reponsável pela sustentação celular, incluindo o tecido epitelial.

O envelhecimento é causado pela diminuição gradual da quantidade de colágeno e também da velocidade de renovação da pele. A contribuição do ácido hialurônico para hidratação intercelular evita o enrijecimento da elastina e do colágeno retardando o surgimento de rugas e flacidez.

Mais da metade de todo o ácido hialurônico do organismo encontra-se na pele, sendo sua reposição não apenas uma maneira de renovar as fibras de sustentação, mas também de repor ou criar volume. Os vincos causados pelas rugas ou as depressões deixadas por cicatrizes de acne podem ser minimizadas ao preencher com ácido hialurônico, que devolve o volume, estimula a produção de colágeno e combate a flacidez.

A técnica de preenchimento é realizada com ácido hialurônico em planos superficiais onde uma agulha sem ponta, longa e flexível distribui uniformemente o implante líquido embaixo da pele enquanto evita hematomas. O preenchimento não é uma cirurgia, o canal de acesso é aberto com agulha comum e tem mínimo sangramento, sendo realizado no consultório. Assim como na maioria das injeções não há cicatriz.

Todos os procedimentos realizados na Clínica seguem as normas ISO 9001:2008 e todos os produtos utilizados são de marcas liberadas pela Anvisa. A consulta presencial com o médico é obrigatória e o preenchimento pode ser realizado no mesmo dia. O doutor fará recomendações gerais para o período de recuperação, mas geralmente não é necessária a interrupção da rotina. Uma consulta de revisão deve ser marcada dentro de uma semana.